Lei do Retrocesso é barrada no Senado!

Senado brasileiro discute PLC28

 

No dia (31/10), o Senado Federal ouviu as vozes dos milhares de motociclistas e motoristas que trabalham nos aplicativos de mobilidade urbana e dos milhões de usuários no Brasil todo e retirou do texto do PLC 28/2017 as burocracias que limitariam o uso do transporte, como a exigência de placas vermelhas, a necessidade da liberação pelas prefeituras e a exigência de que o motorista seja o proprietário do veículo.

A Piloto31 defende uma regulamentação que não impeça o trabalho dos motociclistas parceiros e que ofereça uma configuração moderna e acessível para o transporte individual privado.

Porém, da forma como foi escrito originalmente, o PLC 28/2017 representava uma proibição disfarçada de regulamentação aos aplicativos, pois proibia, na prática, que os pilotos parceiros continuassem servindo â população do jeito que fazem hoje.

Agora, o texto segue para a Câmara dos Deputados, onde será debatido nas próximas semanas.

A Piloto31 agradece a todos que juntaram forças e ajudaram pela não aprovação das emendas que limitariam os serviços e segue trabalhando para para beneficiar os clientes e motoristas parceiros rumo à construção do futuro da mobilidade em BH e nas outras cidades brasileiras.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *